Arroba do boi registra nova máxima histórica - HARAMAQ - Indústria de Máquinas AgrícolasHARAMAQ – Indústria de Máquinas Agrícolas

Sertão - RS - Brasil
PRODUTOS

Conheça nossa linha completa

VÍDEOS

Confira nossos conteúdos

BLOG

26 de março de 2021

Arroba do boi registra nova máxima histórica

Arroba do boi registra nova máxima histórica

A Arroba do boi gordo já marca uma sequência de aumento histórica e toda a semana bate novos recordes de alta. Muitos fatores estão contribuindo para esse crescimento, no entanto a exportação da carne bovina in natura é um dos principais índices, visto que esse mês o Brasil exportou 3,4% a mais em comparação com o ano passado.

O indicador do boi gordo do  Cepea se recuperou da queda dos dois dias anteriores, voltou a subir e registrou uma nova máxima histórica. A cotação variou 1,61% em relação ao dia anterior e passou de R$ 310,8 para R$ 315,8 por arroba. Sendo assim, no acumulado do ano, o indicador valorizou 18,21%. Em 12 meses, os preços alcançaram 58,3% de alta.

No mercado futuro, os contratos do boi gordo negociados na B3 tiveram ajustes levemente mais negativos em toda a curva. O ajuste do vencimento para março passou de R$ 313,8 para R$ 313,55, do abril foi de R$ 313 para R$ 312,5 e do maio, de R$ 305,8 para R$ 305,55 por arroba.

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, a arroba do boi gordo encerrou a semana com cotações firmes, mas estáveis e os negócios bastante escassos. Ainda que o cenário de oferta restrita seja predominante em relação à demanda externa, o consumo doméstico segue como um contraponto importante. No entanto, as novas medidas restritivas em alguns Estados podem limitar a alta da arroba.

Mercado externo

No mercado externo, a demanda vem apresentando sinalização positiva, alavancada pelo dólar valorizado, bem como pelo retorno das importações chinesas. A estimativa é que os embarques de carne bovina in natura alcancem 135 mil toneladas até o final do mês, tendo a China como principal destino, respondendo por cerca de 60% das importações

Até a terceira semana de março, o Brasil exportou 27,13 mil toneladas de carne bovina in natura, com faturamento de US$406,90 milhões. A média diária embarcada no período (5,91 mil toneladas) recuou 3,1% em relação ao início do mês (6,10 mil toneladas). Apesar do recuo, as exportações estão 3,4% maiores em relação a março de 2020 (5,72 mil toneladas/dia).

Onde tem Pecuária, tem HaramaQ!

Fonte: Canal Rural

Leia mais notícias: clique aqui.

Suporte Técnico

Entre em contato conosco






Copyright - Todos os direitos reservados
Open chat