E-mail

haramaq@haramaq.com.br

Telefone

Endereço

RS 135 - Km 34 - Sertão - RS - Brasil

Blog

Arroba do boi gordo tem segundo dia de alta no mercado físico

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

O mercado brasileiro do boi gordo teve mais um dia de alta dos preços, de acordo com a consultoria Safras & Mercado. Segundo o analista Fernando Iglesias, novamente houve registro de negócios acima da referência média em algumas regiões em virtude da boa expectativa sobre a demanda da primeira quinzena de agosto. Em São Paulo, a arroba passou de R$ 317 para R$ 318, na modalidade a prazo.

Na B3, os contratos futuros do boi gordo chegaram a mais um dia em que as altas predominaram, sendo que apenas a ponta mais curta da curva teve recuo. O ajuste do vencimento para julho passou de R$ 319,35 para R$ 318,75, do outubro foi de R$ 327,05 para R$ 328,55 e do novembro foi de R$ 330,15 para R$ 333,00 por arroba.

Milho: indicador do Cepea fica perto de recorde histórico

O indicador do milho do Cepea teve um dia de alta dos preços e já está muito próximo de superar o recorde histórico da série, atualmente em R$ 103,23 por saca. A cotação variou 0,83% em relação ao dia anterior e passou de R$ 101,6 para R$ 102,44 por saca. Assim sendo, no acumulado do ano, o indicador valorizou 30,25%. Em 12 meses, os preços alcançaram 107,37% de alta.

Na B3, os contratos futuros do milho tiveram o movimento de alta interrompido por correções técnicas e a curva apresentou recuo. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 102,46 para R$ 101,52, do novembro foi de R$ 102,78 para R$ 101,87 e do março de 2022 foi de R$ 102,97 para R$ 102,85 por saca.

Soja: negócios escassos e cotações com poucas variações

O indicador da soja do Cepea para o porto de Paranaguá (PR) teve mais um dia de variações pequenas e com negócios escassos. A cotação variou -0,33% em relação ao dia anterior e passou de R$ 169,25 para R$ 168,69 por saca. Dessa forma, no acumulado do ano, o indicador valorizou 9,61%. Em 12 meses, os preços alcançaram 44,07% de alta.

Em Chicago, os contratos futuros da soja alcançaram o terceiro dia consecutivo com valorização, porém, no período, a variação acumulada foi de apenas 0,7%. Na comparação diária, o vencimento para novembro subiu 0,12% e passou de US$ 13,594 para US$ 13,61 por bushel. O mercado avalia com cautela a evolução da demanda, sobretudo chinesa, pela soja norte-americana.

Café: Brasil tem preços firmes, apesar de queda em Nova York e do dólar

De acordo com a Safras & Mercado, as cotações do café no mercado brasileiro tiveram um dia de preços firmes mesmo com as quedas do dólar e dos futuros em Nova York. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação ficou estável em R$ 1.070/1.075, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação ficou inalterado em R$ 1.100/1.110 por saca.

Em Nova York, os contratos futuros do café arábica tiveram mais um dia de quedas e o mercado seguiu com bastante volatilidade. O vencimento para setembro recuou 0,64% e passou de US$ 2,0175 para US$ 2,0045 por libra-peso. Os investidores seguem divididos entre realização dos lucros e acompanhamento da ocorrência de geadas no Brasil.

No exterior: presidente do FED anima mercados

O discurso do presidente do Federal Reserve (FED), Jerome Powell, após a reunião de política monetária do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) animou os mercados. A decisão ficou dentro do esperado pela manutenção dos juros e do programa de compras mensais de ativos.

Powell disse que elevar os juros ainda não está no radar do Banco Central dos Estados Unidos e que o país ainda está distante de progresso consistente no mercado de trabalho. Segundo ele, a inflação está pressionada por setores específicos, que por sua vez, estão ligados à reabertura da economia. Dessa forma, a expectativa é que haja um equilíbrio da oferta no médio prazo e a inflação fique controlada.

No Brasil: Ibovespa se recupera e volta a ficar acima de 126 mil pontos

O Ibovespa se recuperou e voltou a ficar acima dos 126 mil pontos. O mercado operou em alta durante o dia inteiro, mas ganhou mais força com a coletiva de imprensa do presidente do Federal Reserve (FED), Jerome Powell. O diretor do FED afastou a possibilidade de aumento dos juros do radar da autoridade monetária norte-americana.

Dessa forma, o índice Ibovespa subiu 1,34% e fechou o dia cotado a 126.285 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial recuou 1,31% e ficou cotado a R$ 5,11. Na agenda econômica de hoje, o destaque é a divulgação do IGP-M de julho pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Os investidores seguem acompanhando de perto a variação da inflação das commodities agrícolas e metálicas no indicador.

Fonte: Canal Rural.

Clique aqui e leia mais notícias.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Indústria de Máquinas Agrícolas

A HaramaQ é referência na produção de máquinas para pecuária e busca, por meio de novas tecnologias, entregar soluções para tornar o trabalho no campo mais eficiente, ágil e prático.

Contato

WhatsApp

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais sobre a política de privacidade.